Queda do ICMS do combustível não está sendo repassado ao consumidor final em Natal

Os consumidores sentiram uma queda no preço da gasolina em Natal. Porém, nem de longe, o corte de impostos foi todo repassado.

Vamos por partes:

1. O preço chegou a R$ 8,19 em Natal. Após impostos federais zerados, o valor caiu para a média de R$ 7,29.

2. Agora, com o corte do ICMS estimado em R$ 1,03, o valor deveria descer até em torno de R$ 6,26, conforme este blog já alertou no início da semana. Hoje, a tribuna do norte veiculou matéria sobre o assunto.

Economistas são céticos de que tudo será repassado ao consumidor final, pois haverá recomposição de preços na cadeia distributiva.

Até agora tiramos recursos da escola em tempo integral, do posto de saúde, da viatura que passa na sua rua para repassar para a distribuidora de combustível, pra o dono do posto. O Estado diminuiu sua participação para elevar a dos demais atores no processo de formação de preço.

Como o consumidor não tem informação perfeita, se satisfaz com a queda parcial e segue sua vida. A rede de composição do valor final embolsa o desconto.

Detalhe: e o dólar segue subindo.

Segue matéria da Tribuna do Norte aqui.

Deixe um Comentário