Rodrigo Pacheco, que mantém o seu twitter fechado, quer ser presidente

O presidente do senado Rodrigo Pacheco vai para o PSD e quer ser presidente. A ação será boa para a divisão das forças do presidente Jair Bolsonaro.

Só que ele tem se mostrado minúsculo e endossa tudo o que o presidente Jair Bolsonaro faz. Virou uma criança medrosa com o ataque às forças armadas, que atacou a Comissão Parlamentar de Inquérito do Senado.

Por fim, ele poderia começar a abrir seu twitter ao público. Hoje ele é privado.

Deixe um Comentário