Se você quiser ser trouxa

Fique com a falsa comparação entre gastos pessoais dos candidatos. Populistas tentam se passar por pessoas que não são para, com isso, se parecerem como uma pessoa do povo. O presidente Jair Bolsonaro é pródigo nisso. Mas enquanto tira fotos em restaurante comendo bandejão, bate recordes no uso do cartão corporativo em relação aos presidentes anteriores, colocando tudo sob sigilo.

Se você quiser ser trouxa também ache que uma escolha ideológica tem qualquer relação com voto de pobreza. A esquerda nunca prometeu vida franciscana. O compromisso, isto sim, é com a representação de interesses objetivos. O dado não é moral, mas político.

Deixe um Comentário