Sobre como uma teoria conspiratória lançada por extremistas, aliada a recomendação errada pelo ministério da saúde, atrapalhou a vacinação no RN

Conforme levantamento do Lais/ufrn, há 66 mil potiguares com a 2 dose da coronavac atrasada. Isto é, já esperam por mais de 28 dias a segunda imunização, prazo limite designado pelo fabricante para obtenção da eficácia da vacina. Na próxima semana, caso mais doses não cheguem, o número atingirá 150 mil pessoas só no RN. Há 12 capitais do Brasil na mesma situação.

O Ministério da Saúde deu orientação dúbia pra aplicar tudo sem fazer a reserva. O ministro Marcelo Queiroga já reconheceu o erro.

O Governo do RN, em nota técnica, orientou a fazer reserva e foi criticado por isso por blogs de extrema direita, políticos e correntes de whatsapp, inclusive com teorias conspiratórias de que a recomendação era para atrapalhar a gestão Bolsonaro. Todos agora estão calados.

Bolsonaro faz a administração dos piores. Tudo que toca objetivamente tem problema. Nada é feito com normalidade. Erra, erra e erra. E a base local dele aqui no RN sempre apoia tudo e ataca a todos, numa estratégia diversionista, na maior cara dura. O tumulto criado confunde gestores e retira a racionalidade das políticas públicas empregadas.

Foi só mais um exemplo de como o governo Bolsonaro é ruim e também do modo como quem trabalha com informação, dando tração a teorias conspiratórias e a fake news, age de maneira irresponsável fazendo um RN efetivamente pior.

Deixe um Comentário