Sobre o estranho clamor por um pacto da hipocrisia

O moralismo anticorrupção, além de esconder intenções inconfessáveis, tem tintura ingênua.

Deputados estaduais na assembleia legislativa do RN reclamaram das fiscalizações feitas pela tributação estadual de rotina na região do Seridó nos últimos dias. Nelter Queiroz chegou a falar em perseguição.

Como assim? Cobrar impostos de todos agora virou perseguição? Como proceder, então? Não cobrar mais?

O clamor na verdade é por um pacto da hipocrisia – para que se finja que um lado paga e outro que cobra.

Deixe um Comentário