STJ nega habeas corpus e Henrique Alves seguirá preso

por Dinarte Assunção – Para o Blog do BG

Por quatro votos a um, ministros da 6ª Turma do Superior Tribunal de Justiça negaram na tarde desta terça-feira (20) o habeas corpus que a defesa do ex-deputado Henrique Eduardo Alves impetrou contra o mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça Federal de Brasília, dentro da Operação Sépsis.

Com isso, Alves seguirá preso na Academia de Polícia Militar, em Natal.

Em janeiro, a Justiça Federal do RN havia concedido habeas corpus autorizando prisão domiciliar, mas Henrique ainda tinha pendente o mandado de prisão preventiva emitido em Brasília e que, agora, foi reafirmado em julgamento de mérito pelo colegiado da 6ª Turma do STJ.

Havia a expectativa até que o resultado fosse favorável em razão de Alves ter obtido direito à prisão domiciliar concedido pela Justiça Federal do Rio Grande do Norte, dentro da Operação Manus, mas esse cenário não se concretizou.

Deixe um Comentário