Tempo recorde

TEMPO RECORDE
 
Os tempos recordes no caso Lula, sem se esgotarem os recursos em segunda instância (estou analisando o que foi publicado pelos especialistas ouvidos pela imprensa), enfraquecem a tese de que “a justiça é para todos”.
 
Prazos – me refiro aos mais banais – que durariam cerca de 10 dias, foram, com Lula, para 22 minutos.
 
O juiz Sergio Moro, além do TRF4, já expuseram suas convicções sobre o processo de Lula. Nem sou da área. Por isso não entrarei no mérito.
 
A questão é que essa correria acaba por expor Moro e o tribunal.

Deixe um Comentário