Tentando angariar voto bolsonarista, PDT adere a teoria da conspiração pelo voto impresso

O presidente nacional do PDT, CArlos Lupi, disse que só o voto impresso pode ser auditável. E se não for auditável, a fraude impera.

A mudança de postura do líder pedetista é uma forma de se aproximar da base bolsonarista, que acredita na tese falsa de que o sufrágio pela via digital não pode ser conferido.

Os pedetistas acham que podem ir para o segundo turno no lugar de Bolsonaro contra Lula.

Cabe aguardar. Mas o certo – Ciro Gomes terá jogado sua biografia no lixo durante o processo.

Deixe um Comentário