Um prêmio Nobel de medicina para Jair Bolsonaro

Diz o ditado: Deus escreve certo por linhas tortas. Pelo caminhar da Pandemia, está claro que Jair Bolsonaro não é o certo e muito menos o torto. É uma pessoa que cultiva uma certeza ignorante e amoral sobre o mundo, que se revelou genocida em meio a uma Pandemia.

Para além das mentiras e das notícias falsas, única atividade que seu grupo político mostra competência em executar e espalhar, a realidade: os auditores do tribunal de contas da união demonstraram o que a gente já sabia. O governo federal não tem um plano de vacinação, não sabe o que precisará de insumos para a ação e vem deixando encalhar respiradores e exames pra covid em seus armazéns. Enfatiza ainda a existência de contratos suspeitos no ministério da saúde. É o cotidiano de um governo que está no topo das mortes para covid e ficará na rabeira da fila de vacinação.

É a verdade dos fatos, que felizmente não podem ser negociados. Mas não conte isso para um bolsonarista raiz. Para eles, Bolsonaro merece um Nobel de medicina.

Leia a matéria na íntegra aqui

https://www1.folha.uol.com.br/amp/equilibrioesaude/2020/12/auditoria-do-tcu-aponta-erros-em-serie-do-governo-no-combate-a-covid-19.shtml?utm_source=whatsapp&utm_medium=social&utm_campaign=compwa&__twitter_impression=true

Deixe um Comentário