Uma pequena defesa do indulto de Natal

Por que não utilizar este momento de natal, já que nos apresentamos majoritariamente como cristãos, para avaliar casos de boa conduta e produzir um indulto?

Poxa, que cristianismo é esse com a faca nos dentes em que não existe perdão? As pessoas cometem erros e se arrependem.

Não foi o que aconteceu. Michel Temer – o Temer! – pagou de duro com o crime e não assinou qualquer indulto.

Membros do ministério público fizeram campanha nas redes sociais contra o ato, vendendo a falsa ideia de que seriam soltas pessoas que cometeram crimes graves e praticaram ações de corrupção.

Trata-se de uma mentira. O perdão alcança coisas bobas – descaminhos, contravenções, etc – e podem servir de base também pra avaliação de boa conduta.

No mundo das redes sociais, falta racionalidade e sobra o pensamento oportunista e rasteiro.

Deixe um Comentário