Álvaro Dias já fez sua graça

Ontem (18), ao término da noite – provavelmente, para ter tempo de obter repercussão -, o prefeito de Natal Álvaro Dias desfez o que havia assinado com os ministérios públicos e com o governo do RN sobre o decreto, que passa a vigorar no dia 20 e se estende até 03 de Abril.

Alegou que há leis municipais que tornam academias e igrejas e serviços essenciais. Portanto, tais setores estariam fora do isolamento durante o período.

Hoje, voltou atrás, após reunião com o governo do RN e ministérios públicos. Porém, seu objetivo foi efetivado, que é passar uma mensagem de polarização contra o PT, visando a eleição de 2022.

Agora, dirá a tais setores: olha, tentei abrir, mas foi o PT e o MP que fecharam.

Seu foco sempre é esse. Não há referência aqui a discursos vazios, mas questões objetivas.

Deixe um Comentário