Ausência de grupo de trabalho na área de segurança na equipe de transição de Fátima cria ponto escuro no novo governo

A governadora eleita Fátima Bezerra montou equipe técnica e preparada para iniciar o planejamento para o próximo governo em diversas áreas.

Porém, cometeu o ato falho de não construir, já na transição, um grupo de trabalho específico para o setor que foi sua principal promessa e é tido como o clamor por excelência do povo potiguar.

A equipe de transição não tem gente qualificada em segurança pública. O problema foi inicialmente notado pelo jornalista Bruno Barreto e veiculado em seu blog.

Não se sabe até o presente momento se o grupo de transição trará plano específico de ataque ao aumento de homicídios, por exemplo. Nada foi anunciado, neste sentido.

A ausência de articulação em torno do tema abriu margem para que especulações sobre a dessintonia entre o novo governo e as cúpulas das polícias surgissem.

É um sinal de problema a ser dissipado pela governadora eleita, que precisa mostrar que não relegou algo fundamental ao terreno das atividades secundárias.

Gostou do nosso conteúdo?
Nós adicione, nos mande um “Olá” e passe a recebê-lo.

Ou nos coloque em seu grupo de WhatsApp.

Tel: 98809 7897

Deixe um Comentário