Barroso é o obscurantismo em forma de juiz

Num momento em que juízes de primeira instância e procuradores fazem protesto para que o STF mantenha, digamos assim, uma percepção licenciosa da nossa lei máxima, o ministro Luís Roberto Barroso se destaca. Sua atuação não é de resistência contra o obscurantismo, mas de endosso a tudo que se relaciona com a falta de respeito contra nossas leis, procedimentos e instituições.

Desde seus tempos de academia, defendia que, na falta de atuação do legislativo, o judiciário deveria agir para tapar buracos. Agora coloca sua tese peculiar em prática. Com suas inovações, virou um supremo dentro do supremo. Mata tudo no peito em favor do clamor das ruas. Julga, como diz, a constituição pautado pelo sentimento social. Detalhe: zazistas também agiam assim.

O ministro Barroso é sinal da crise que atravessamos e de que ela demorará a acabar. Não teve um único voto popular, mas se acha no direito de usupar nossa soberania popular pelo cargo que ocupa. Se comporta como um pré candidato, não se sabe ao certo ao que, dando entrevistas e distribuindo frases de efeito. A postura não lhe é exclusiva. O STF se apequenou desde que deixou o juiz Sérgio Moro divulgar um grampo ilegal e passar impune, impediu a nomeação de Lula e Cristiane Brasil e permitiu que Dilma fosse empichada, mantendo seus direitos políticos intactos. Atos de prevaricação e protagonismo sem base na carta que prometeram proteger, mas passaram a fazer parte do cotidiano da casa.

Todo mundo ama odiar o ministro Gilmar Mendes. Sua conduta militante contra o governo Dilma e favorável à Temer o tornou uma figura menor. Será sempre lembrado pelas suas peripécias. Mas nada se compara ao estrago que o ministro Barroso está sendo capaz de produzir. Pode até receber umas tapinhas nas costas hoje e palestrar pelo Brasil de maneira muito bem remunerada. Só que ao custo da permanência da crise nacional. Este fardo, ele que não se engane, terá de carregar por muito tempo. E com uma certeza futura, talvez próxima: com consequências deletérias inclusive para ele. Sua fatura chegará.

Deixe um Comentário