Ceará condicionou a isenção do ICMS às empresas aéreas em troca de multiplicação de vôos para o estado

O estado do Ceará de Camilo Santana (PT) deu isenção fiscal sobre o querosene de aviação às empresas aéreas, assim como o RN. Porém, ao contrário daqui, cobrou metas periódicas de uma quantidade mínima de vôos para aquele estado, uma forma de baratear a tarifa e bombar no turismo. É um bom modelo para nós levarmos em conta pelas terras potiguares.

Deixe um Comentário