Deputados estaduais falam em apurar responsáveis pelas mortes no RN por covid, inclusive de servidores da Assembleia, mas esquecem o que fizeram no verão passado

O deputado Kelps Lima disse que 50 servidores da assembleia morreram de covid. Só no gabinete dele foram três e que a CPI da Covid no RN vai ajudar a elucidar os responsáveis (leia aqui).

Já o deputado bolsonarista Coronel Azevedo alegou que quer saber quem foram os responsáveis pelas mortes por covid no RN (leia aqui).

Os deputados estaduais do RN se comportam como se fossem parlamentares de outro estado e que a Assembleia não tivesse desempenhado nenhum papel durante a pandemia, não sendo palco para negacionismos em relação a tratamentos ineficazes, pressão para a abertura precoce do comércio, endosso das falas mentirosas do presidente Jair Bolsonaro.

Por exemplo, sobre as mortes na Assembleia, Kelps omite que ocorreu um surto de covid na sede do poder legislativo potiguar, após uma abertura física da casa completamente distante de qualquer recomendação epidemiológica naquele momento. Estamos falando de fevereiro de 2021, mÊs de explosão de casos da segunda onda no Brasil.

O surto de covid na Assembleia chegou ao próprio gabinete do agora apurador deputado Kelps Lima, que também foi contaminado na ocasião, conforme foi publicado pelo portal G1 (leia aqui). Após as críticas – inclusive deste blog – a casa foi novamente fechada.

O que os deputados estaduais dizem a respeito disso? A culpa foi de quem? Do consórcio nordeste?

Aliás, o ingresso no consórcio, que se revelou positivo, dado que a região tem os melhores índices de enfrentamento à pandemia, recebeu o endosso da casa. Inclusive, cabe lembrar, já que a memória fugiu aos presentes, com os processos de compra de equipamentos, conforme lei aprovada na Assembleia, sendo regidos pelo estado sede do consórcio, ou seja, o estado da Bahia.

Por isso, no caso da compra dos respiradores pelo governo do RN, o Ministério Público de Contas do RN chegou a conclusão de que não ocorreu irregularidade, já que o RN repassou recursos para o estado sede. Os deputados sabem disso. Foram eles inclusive que debateram e aprovaram tal modelo.

COMISSÃO DE ENFRENTAMENTO AO CORONAVÍRUS

A Assembleia Legislativa do RN também criou a comissão de enfrentamento ao coronavírus. Ela funcionou durante a pandemia. Quais foram as recomendações? Há um relatório global de atividades?

Foi a esta comissão que o presidente do sindicato dos médicos do RN, Geraldo Ferreira, disse que o sistema de saúde não entraria em colapso. Pelo contrário – havia vagas ociosas em face da diminuição de acidentes de trânsito em decorrência do isolamento social (leia aqui).

Diante dessa fala negacionista, os deputados disseram que o governo deveria dialogar com a entidade de classe.

Pois é.

Assim a comissão presidida pelo deputado Kelps Lima foi divulgada em 23 de Março de 2021: “O poder Legislativo também criou a Comissão Legislativa de Enfrentamento ao Coronavírus para acompanhar e fiscalizar as medidas referentes ao decreto de calamidade pública com a seguinte composição: Getúlio Rêgo (DEM), Tomba Farias (PSDB), Francisco do PT, Sandro Pimentel (PSOL), Dr. Bernardo (AVANTE) e Cristiane Dantas (SDD). Caberá a comissão acompanhar as ações do Executivo e encaminhar Projetos de Lei ao Legislativo Estadual.”

Deixe um Comentário