Em declarações à imprensa, Agripino alega possibilidade da união do DEM com Ciro Gomes

O ex-senador José Agripino disse que não descarta o apoio ao presidenciável Ciro Gomes (PDT). Segundo o presidente estadual do DEM, 2020 demonstrou a vitória do centro político e uma crítica aos extremismos.

Por fim, criticou o presidente Jair Bolsonaro. Enfatizou que o problema do presidente não é 2020, mas seu radicalismo, declarações desnecessárias e ausência de resolução de problemas concretos.

Caminhar com Ciro Gomes em 2022 é uma possibilidade porque, segundo ele, seria uma pessoa inteligente e não faz parte da esquerda radical do PT-PSOL-PCdoB.

Deixe um Comentário