Estudo da FGV aponta que Natal tem pior índice de dados abertos

Do blog do bg – Uma avaliação da Fundação Getúlio Vargas no que diz respeito à transparência colocou Natal na última posição entre oito cidades estudadas. O levantamento é uma ferramenta de avaliação e identificação de gargalos nas políticas municipais de transparência, com o objetivo de orientar a administração pública em relação ao seu aprimoramento. O estudo avaliou 136 bases de dados referentes às oito cidades escolhidas.

Os dados da Diretoria de Análise de Política Públicas (FGV DAPP) e Open Knowledge Brasil (OKBR) lançados nesta semana mostra o Índice de Dados Abertos para Cidades edição 2018. Ainda foram avaliadas Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Porto Alegre (RS), Rio de Janeiro (RJ), Salvador-BA, São Paulo-SP e Uberlândia-MG

Neste ano, a capital paulista apresentou a maior pontuação geral, de 84%, e também a que teve o maior percentual de bases totalmente abertas, 47% delas. Rio de Janeiro teve a segunda maior pontuação (75%), seguido por Belo Horizonte (73%), Porto Alegre (68%), Brasília (68%), Salvador (55%), Uberlândia (53%) e Natal (43%)

Dentre as bases de dados avaliadas, os problemas mais comuns foram: dificuldade de trabalhar dados, indisponibilidade de download da base completa, dataset incompleto e indisponibilidade de formato aberto.

Deixe um Comentário