Eu não queria estar na pele…

Da governadora Fátima Bezerra e dos prefeitos do RN. A decisão do retorno – ou não – das aulas é extremamente complexa e cheia de pontos ainda obscuros, dado o fato de que não se sabe exatamente qual a capacidade de contágio e transmissão do coronavírus entre crianças e adolescentes.

Se, por um lado, as crianças não podem ficar sem aula. Por outro, o risco de retorno de novos casos e mortes pela pandemia de covid-19 é real.

O prefeito Álvaro Dias adiou a reabertura das escolas, que estava prevista para setembro. Fátima também vem fazendo o mesmo no RN. Ela já deixou claro que não tem como retornar pelo menos até o fim de agosto.

Que a decisão seja extremamente ponderada e mais tecnicamente fundamentada possível. É a única forma de diminuir as incertezas diante da ação.

Deixe um Comentário