Governo pregará sobre abstinência sexual em pleno carnaval

O Brasil virou um país de uma nota só. Apenas se fala de corrupção, um modo de mobilizar com pouca criticidade a indignação legítima do eleitorado.

Precisamos debater o custo de produzir políticas públicas não ancoradas em evidências factuais. Ou pior, baseadas em teorias da conspiração.

O governo federal gastou 48 milhões para fazer uma auditoria e constatar que não há corrupção nos contratos do BNDES. A caixa preta do banco era pura falácia.

Agora, em pleno carnaval, o mesmo governo fará campanha de abstinência sexual, ao invés de trabalhar temas como proteção e contracepção. Mais dinheiro jogado no ralo porque o planejamento está alicerçado em pura ideologia.

Deixe um Comentário