O que os meus amigos fazem é a grande política; os meus inimigos são fisiológicos

Os mesmos grupos que, até ano passado, só falavam em fisiologismo e toma lá da cá, agora ansiosos pela aprovação da reforma da previdência, clamam pela moderação, distribuição de emendas e cargos.

Em resumo, aquilo que me interessa é a grande política. O que os meus inimigos fazem é fisiologismo.

Deixe um Comentário