Após conceder todo o apoio ao Carnatal, prefeitura do Natal deveria garantir o réveillon de quem não tem dinheiro para pagar um hotel

O Carnatal está acontecendo com todo o apoio logístico da prefeitura do natal e é assim que tem de ser. Os órgãos técnicos garantem que a festa é possível, que as condições da pandemia não são impeditivas hoje. Não se trata de gostar ou não do evento, apenas constatar que, uma vez sendo possível, é preciso manter a economia em funcionamento.

Ora, o que deveria valer para o carnatal, deveria também ser empregado para o réveillon nas praias da capital. É de graça e é, talvez, o único lugar para o qual uma parcela significativa da população pode ir. Sem a queima de fogos, muitos ficariam sem o lazer do fim de ano.

O professor e pesquisador Ricardo Valentim, da base de pesquisa Lais/Ufrn, diz que o réveillon hoje é viável e que o cancelamento da prefeitura foi precipitado e sem base técnica.

Natal, que se diz turística e um município para todos, não pode produzir essa segregação. Até porque tudo está funcionando na cidade e as aglomerações na árvore de Natal de Mirassol são cotidianas.

A prefeitura do Natal precisa apresentar maior criatividade – conscientizar, colocar postos de vacinação e incentivar que o cidadão leve seu cartão vacinal. Claro, não será possível averiguar todo mundo. Mas ao menos pedir o cartão por amostragem em barreiras de acesso à orla.

Deixe um Comentário