Procurador-geral de justiça reconhece necessidade de publicidade governamental sobre a covid-19

A pandemia de covid-19 foi desacreditada como uma gripezinha. Não apenas pelo presidente Jair Bolsonaro, mas por parte da sociedade, por setores da imprensa e até do Ministério Público. É significativo que o Procurador Geral de Justiça, Eudo Leite, reconheça que foi um erro recomendar ao governo do RN, lá atrás, para que não fizesse propaganda de conscientização contra o coronavírus.

Eu gostei da atitude. Antes o reconhecimento do erro do que o silêncio, fazendo à egípcia. Mas deve ficar o aprendizado. Da próxima vez, é bom ouvir o que os especialistas têm a dizer, uma forma de não ficar a mercê do humor de setores reacionários da sociedade.

Leia a matéria abaixo e confira.

Blog do Barreto – O Procurador-geral de Justiça Eudo Leite reconheceu a necessidade de o Governo do Estado poder fazer publicidade institucional com informações sobre combate e prevenção à covid-19.

Em entrevista coletiva on line ele lembra que o Ministério Público do RN chegou a recomendar a suspensão da licitação emergencial para contratação de agência de publicidade por seis meses ao custo de R$ 3 milhões.

A governadora Fátima Bezerra (PT) acatou a recomendação. Com um cenário da pandemia do novo coronavírus se agravando ele reconheceu a necessidade de se ter uma publicidade governamental para orientar a população.

Deixe um Comentário