Seturn chantageia Natal

O Seturn, sindicato dos ônibus de Natal, pediu isenção de ICMS nos insumos e ganhou. Pediu isenção de ISS e ganhou. Agora quer também que a prefeitura pague por idosos e estudantes. Me permita uma ironia – do jeito que vai, sairá mais barato estatizar e o poder público passar a prestar o serviço logo de vez.

Enquanto isso, os empresários seguem retirando linhas ao arrepio do que foi determinado pela lei. A prefeitura do Natal segue inerte. A câmara idem. A justiça, aquela que emitiu multas para o imediato retorno dos professores em greve em Natal, determina ações que não são cumpridas. E tudo fica por isso mesmo. É uma chantagem institucionalizada e com uma certeza: o cidadão é quem sai perdendo.

Deixe um Comentário