Seturn diz que não descumpre decisão judicial para reabilitar linhas de transporte porque sequer tem um contrato com a Prefeitura do Natal

Após a deputada federal Natália Bonavides provocar a justiça, para que os empresários de ônibus sejam multados por desobedecerem decisão judicial, o Seturn mandou a real – eles não podem ser multados porque sequer têm um contrato de concessão do serviço público junto a prefeitura do Natal.

A justiça determinou que os empresários de ônibus reabilitem as linhas retiradas por eles de circulação, o que não foi feito. O sindicato patronal cobrou da prefeitura um contrato emergencial com regras claras

O transporte público de Natal está entregue, sem regras, sem nada. O próprio empresário sambou no rosto do prefeito Álvaro Dias, demonstrando que hoje eles rodam de modo irregular.

Deixe um Comentário