Crítica do MPF procede, justiça eleitoral não tem estrutura para julgar crimes financeiros

/ | Deixe um Comentário

O Supremo Tribunal Federal entendeu ontem (15), por seis votos a cinco, que casos relacionados ao chamado caixa dois de campanha devem ir para a justiça eleitoral. A crítica dos membros do ministério público federal tem procedência. A justiça eleitoral não goza de estrutura suficiente para avaliar delitos de atividades financeiras ilícitas, lavagem de dinheiro, […]

Leia mais »