Cidades

Atualizada em 01/12/2016 às 20h12

A Companhia Potiguar de Gás (Potigás) distribui o gás natural canalizado dentro das normas de segurança e tecnologia preconizadas para o setor. Como o combustível é inodoro, incolor e atóxico, a empresa realiza a odorização nos locais onde recebe o produto para garantir sua percepção em caso de vazamentos, aumentando a segurança de suas operações.

A odorização é realizada por meio da substância mercaptana que confere ao combustível o já conhecido cheiro de gás. A inserção do odorizante é realizada nos três locais em que a Potigás recebe o gás natural canalizado para distribuição no Rio Grande do Norte: Macaíba, Mossoró e Goianinha. Dessa forma, toda a malha de gasodutos da Companhia é operada já com o combustível odorizado, garantindo a segurança não somente dos clientes da Potigás, mas da população em geral.

“O gás natural canalizado é um combustível completo. Além de ser percebido em caso de vazamento pelo cheiro, ele se dissipa rapidamente porque é mais leve do que o ar e não necessita de armazenamento”, ressalta o gerente de Segurança, Meio Ambiente e Saúde, Thiago Fernandes.

As vantagens do combustível ainda incluem a praticidade e conforto, já que pode ser utilizado nas mais diversas aplicações e o abastecimento é contínuo. A economia também é garantida, pois a queima do produto é mais limpa e eficiente. O cliente também só paga pelo gás após o consumo.

Daniel Menezes Daniel Menezes Saiba Mais

Cidades

Atualizada em 01/12/2016 às 20h12

A Companhia Potiguar de Gás (Potigás) está repassando instruções de segurança para os seus clientes através de treinamento realizado pela Gerência de Segurança, Meio Ambiente e Saúde. Na tarde desta quarta-feira, 23, foi a vez dos funcionários da Lavanderia White Clean receber informações acerca do gás natural canalizado e suas especificidades.

Na ocasião, o técnico de segurança do trabalho, Kleber Silva, falou para mais de 30 funcionários do estabelecimento sobre a composição do combustível, características e como agir em caso de vazamentos. “Os clientes trabalham com o gás natural canalizado diariamente e precisam ter acesso a essas informações de segurança”, explicou.

O sócio-administrador da lavanderia, Fábio Fagundes, aprovou o treinamento. “É extremamente válido, os funcionários recebem essas instruções por quem mais entende do produto”, afirmou. A White Clean é cliente da Companhia há mais de dois anos e utiliza o gás natural canalizado nas secadoras e calandras (máquina que passa as roupas).

A lavanderia industrial recebe, uma média diária, de seis toneladas de roupas de 16 estabelecimentos entre hotéis, motéis e pousadas. Como funciona 24 horas, os sete dias da semana, o combustível da Potigás é a melhor opção. “Melhorou muito a logística porque é fornecido de forma contínua. É mais prático também e econômico”, ressaltou Cláudio Renan, sócio-administrador da White Clean.

A Potigás já realizou o treinamento de quase 65% dos seus clientes, do total de 17.335. “Estamos fazendo uma força-tarefa para que até o final do ano todos os clientes tenham recebido a instrução”, declarou o gerente de Segurança, Meio Ambiente e Saúde da Potigás, Thiago Fernandes.

Daniel Menezes Daniel Menezes Saiba Mais

Cidades

Atualizada em 01/12/2016 às 20h12
O governador Robinson Faria e o Presidente da Companhia Potiguar de Gás, Beto Santos, assinaram na manhã desta quarta-feira (23), na Governadoria, em Natal, o contrato de gestão do projeto Governança Inovadora. Com isso, a Companhia Potiguar de gás, além de secretarias e outros órgãos do governo têm definidas as metas a serem cumpridas e instrumentos gerenciais para efetivar ações de melhoria da qualidade dos gastos e eficiência dos serviços públicos.

O Governador Robinson Faria destacou que os contratos de gestão são ferramentas importantes para administrar o Estado com estratégia e planejamento. “É a primeira vez na história do Rio Grande do Norte que um governo planeja uma gestão inovadora e com perspectivas a curto, médio e longo prazo. Nosso projeto é deixar um legado para as próximas gerações, com metas, estratégias e indicadores, que mostrarão os caminhos mais seguros para fomentar e desenvolver a economia potiguar. Não é uma política de governo, mas sim de Estado, que agora está sendo planejado para os próximos 20 anos”, enfatizou o Chefe do Executivo Estadual.

Os contratos de gestão serão monitorados mensalmente pela Secretaria de Estado de Planejamento e Finanças (SEPLAN). Bimestralmente, serão realizados encontros com os secretários e gestores dos órgãos e a cada quatro meses haverá reunião com a participação do governador. Na solenidade de hoje foram contempladas as secretarias de Estado do Desenvolvimento Econômico (SEDEC), do Esporte e do Lazer (SEEL), de Tributação (SET) e os seguintes órgãos: Agência Reguladora de Serviços Públicos do RN (ARSEP), Empresa Gestora de Ativos do RN (EMGERN), Empresa Potiguar de Promoção Turística (EMPROTUR), Fundação de Apoio à Pesquisa do RN (FAPERN), Instituto de Pesos e Medidas do RN (IPEM), Junta Comercial do Estado (JUCERN), Procuradoria Geral do Estado (PGE), Companhia Potiguar de Gás (POTIGÁS), Agência de Fomento do RN (AGN), Departamento de Estradas de Rodagem (DER) e o Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN). Em maio deste ano, foram firmados contratos de gestão com as secretarias de Infraestrutura (SIN), de Turismo (SETUR) e do Planejamento e Finanças (SEPLAN).

O secretário da SEPLAN, Gustavo Nogueira explicou que as medidas foram elaboradas com a participação de servidores estaduais e ouvindo os diversos setores da sociedade. Ele informou ainda que “a capacitação dos servidores dentro do projeto Governança Inovadora é fundamental para o andamento do processo e garantir a continuidade das ações”. Nogueira acrescentou também que os contratos estarão acessíveis pela internet para conhecimento da população.
Daniel Menezes Daniel Menezes Saiba Mais

Política

Atualizada em 01/12/2016 às 20h12

A Companhia Potiguar de Gás (Potigás) completa 23 anos de criação neste sábado, 26. A distribuidora exclusiva de gás natural canalizado no Rio Grande do Norte foi criada pela lei 6.502, de 26 de novembro de 1993, como uma sociedade de economia mista sujeita ao controle majoritário do Estado. Atualmente, a empresa tem como sócios o Governo do Estado do Rio Grande do Norte e a Petrobras Gás S/A (Gaspetro).

Com a publicação da lei, iniciaram os esforços para colocar a empresa em efetiva operação, o que foi possível em 08 de março de 1995. Depois disso, seguiram-se os investimentos na ampliação da rede de gasodutos para distribuição do gás natural canalizado. Hoje, a Potigás está presente nos municípios de Natal, Mossoró, Macaíba, Parnamirim, São Gonçalo do Amarante e Goianinha, através de uma malha de quase 400 quilômetros.

Nesses 23 anos de criação, a Potigás diversificou sua cartela de clientes nos segmentos comercial, residencial, industrial e GNV. No total, são 17.355, contabilizados até o mês de outubro. Hoje a empresa leva o gás natural canalizado até restaurantes, bares, hotéis, padarias, hospitais, clínicas, laboratórios, lavanderias, academias, condomínios, indústrias dos mais diversos segmentos e postos GNV no Rio Grande do Norte.

“A Potigás contribui de maneira decisiva para o desenvolvimento econômico e social do Rio Grande do Norte. Temos no dia a dia a missão de distribuir o gás natural canalizado levando praticidade, economia e segurança aos nossos clientes”, assegura o Diretor Presidente da companhia, Beto Santos.

Daniel Menezes Daniel Menezes Saiba Mais

Cidades

Atualizada em 01/12/2016 às 20h12
Na tarde dessa segunda feira (28), o Detran/RN iniciou as atividades pedagógicas da Escola Pública de Trânsito (EPTRAN). A abertura foi no auditório da autarquia e reuniu Direção, coordenadores e subcoordenadores, além de alunos e instrutores. A aula inaugural do curso de capacitação de Vistoriador de Trânsito foi ministrado pelos instrutores Iapony Gomes e Waldomiro Alcebíades Júnior e foi voltada para os servidores  e colaboradores do Detran. A capacitação tem carga horária de 20h/aula e segue até o próximo dia 02 de dezembro. Além desse curso, há previsão de outros dois terem seus editais divulgados nas próximas semanas. O chefe de gabinete do Detran, Antônio Henrique, acompanhou o momento e aproveitou a ocasião para parabenizar a todos os envolvidos com  a idealização da EPTRAN no Rio Grande do Norte. “A Escola Pública de Trânsito vem somar ao Detran quanto a capacitação de servidores e reforça a sua importância como órgão que trabalha pela segurança do trânsito”, disse . Já o gerente da Escola, Luiz Felipe, apresentou toda a equipe da EPTRAN e lembrou a importância de cada um na execução das atividades. “Sem alunos, administradores e idealizadores não há como realizar um bom trabalho. Todos nós somos importantes para o sucesso da EPTRAN e pretendemos torná-la referência nacional em educação no trânsito e valorização da vida”, comentou. EPTRAN A Escola Pública de Trânsito do Rio Grande do Norte (EPTRAN/RN) foi instituída em 16 de setembro de 2016. É uma Assessoria de Cursos subordinada ao Denatran, vinculada ao Gabinete da Direção e com apoio da Coordenadoria de Educação e Fiscalização de Trânsito do Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Norte (Detran/RN). Ela fundamenta-se nos seguintes dispositivos legais: Código de Trânsito Brasileiro (Artigo 74, parágrafo 2º); Resolução do Contran nº 515, de 24 de dezembro de 2014; Portaria n° 1.697 (Detran/RN), de 16 setembro de 2016. Sua missão é ser uma ferramenta de desenvolvimento que contribua para um trânsito mais seguro, humanizado e com inclusão social através da qualificação contínua da sociedade. Localiza-se no prédio da Coordenadoria de Operações do Detran, em Natal. Mais informações no site www.detran.rn.gov.br, email: eptranrn@rn.gov.br ou pelo telefone 3232.1254.
Daniel Menezes Daniel Menezes Saiba Mais

Cidades

Atualizada em 01/12/2016 às 20h12
O Detran/RN deu na manhã desta terça-feira (29) um novo passo na busca da melhoria dos investimentos e na construção de uma maior eficiência nos serviços com a assinatura do contrato de gestão do projeto Governança Inovadora. A iniciativa proposta pelo Governo do Estado é de planejar a gestão pública e definir metas de curto, médio e longo prazo para os próximos 20 anos, sendo as mesmas acompanhadas anualmente com o propósito de construir uma gestão moderna com a capacidade de satisfazer os anseios da população. O diretor geral do Detran, Marco Medeiros, assinou o contrato de gestão no Gabinete da Direção e ressaltou a importância do planejamento e acompanhamento sistemático dos indicadores com foco em instrumentos gerenciais modernos que tragam, principalmente, mais tecnologia e mais qualidade para o Detran. “Elaboramos metas que vão ser perseguidas e avaliadas rotineiramente para que o Detran alcance índices de qualidade cada vez mais satisfatórios. A iniciativa do Governo do Estado é de extrema importância, pois trata-se de uma política de Estado que vai gerar frutos para as próximas gerações”, comentou. Entre as metas de ação planejadas pela equipe técnica do Detran, estão a implantação do sistema de vistoria veicular eletrônica, que vai reduzir o tempo do serviço, que hoje é de 15 minutos, para apenas cinco minutos, e a reformulação de três etapas no sistema de Registro de Veículos, o que deve gerar mais agilidade e eficiência nas atividades. “São exemplos de ações que vão resultar na diminuição de filas, na otimização da mão de obra e na satisfação do nosso cliente”, assegurou o diretor Marco Medeiros. A consultora Carolina Siqueira, representante do Instituto Publix, responsável pelo acompanhamento do projeto Governança Inovadora, lembrou que o contrato de gestão tem duração anual, com monitoramento e avaliação mensal das metas propostas. Bimestralmente também serão realizados encontros com os secretários e gestores dos órgãos e a cada quatro meses deve haver reunião com a participação do governador. “No contrato consta o compromisso do gestor para aquele ano e uma agenda de melhorias que devem ser seguidas, pois serão monitoradas visando sempre à modernização da gestão publica no Rio Grande do Norte”, disse. O Governança Inovadora vem com o propósito de fortalecer a capacidade de governo para a adoção de um novo padrão de desenvolvimento para o Estado. O plano se encontra estruturado dentro de quatro frentes principais de trabalho: Construção do Plano Estratégico de Desenvolvimento até 2035; Revisão de Processos de Trabalho e Diagnóstico; Revisão da Estrutura Organizacional; e a Contratualização de Resultados.
Daniel Menezes Daniel Menezes Saiba Mais

Política

Atualizada em 01/12/2016 às 20h12
O Departamento Estadual de Trânsito do RN e o Comando de Polícia Rodoviária Estadual – CPRE participam nesta quarta-feira (30) da formatura de turmas do Projeto Educação nas Escolas. Cerca de 400 alunos do 3° ao 5° ano do Exemplar Colégio e Curso, da Escola Municipal Professor José do Patrocínio, e das escolas estaduais Rômulo Wanderley e 15 de Outubro vão participar da solenidade que vai ocorrer a partir das 9h, no Comando Geral da Polícia Militar, no bairro Tirol, em Natal. Durante dois meses de projeto, os estudantes estudam todas as lições da Cartilha de Trânsito do Detran e participam de aula prática. Os alunos aprendem sobre sinalização de trânsito, uso do cinto de segurança, uso do capacete, embriaguez ao volante e o uso da faixa de pedestres. Cada aula dura 50 minutos. O Detran/RN é um parceiro e incentivador do Projeto. “É preciso incentivar a educação de trânsito desde cedo. Essas crianças aprendem sobre a importância dos equipamentos de proteção individual, sobre leis de trânsito, confeccionam placas de sinalização e, a partir delas, formamos multiplicadores da boa conduta no trânsito, porque elas ensinam e cobram seus pais, professores e amigos”, comenta o diretor geral do Detran, Marco Medeiros. Na próxima quinta-feira (01), é a vez da formatura na Escola Municipal Luiz de França, município de Serrinha. São 93 estudantes do 3° ao 5° ano que vão receber o certificado de conclusão do projeto. Na semana passada, 360 estudantes das Escolas Dom Marcolino Dantas e Eficácia Colégio e Curso, no Bairro do Alecrim, tiveram a solenidade de formatura. O Projeto Educação para o Trânsito começou em 2011, na cidade de Caicó, e agora está se expandindo para todo o Estado do RN numa parceria entre CPRE e Detran. O Projeto já formou uma média de 5.500 alunos. 
Daniel Menezes Daniel Menezes Saiba Mais

Política

Atualizada em 01/12/2016 às 14h12

NOTA DE REPÚDIO AO ATRASOS DE SALÁRIOS

A Associação dos Auditores do Tesouro Municipal de Natal (ASAN), a Associação dos Assessores Jurídicos do Município de Natal (AAJMN) e a Associação dos Procuradores e Consultores Jurídicos do Município de Natal (APROCONAT) vêm a público, através desta nota de repúdio, expressar sua insatisfação quanto aos constantes atrasos no pagamento dos salários dos Auditores, Assessores Jurídicos e Procuradores Municipais, ativos e inativos.

É inaceitável que a administração municipal, até a presente data, não tenha sequer efetuado o pagamento da folha salarial de outubro. Em tempo, nos solidarizamos com todos os servidores públicos municipais que vêm sofrendo com essa conduta que, infelizmente, se arrasta há meses por parte da Prefeitura Municipal de Natal.

O pagamento dos salários no último dia útil do mês trabalhado é um direito fundamental dos servidores da capital. Não é dado ao gestor o direito de optar por realizar outras despesas, violando a ordem de preferência ao pagamento da remuneração dos servidores, já que os salários possuem evidente natureza alimentar que não enseja campo para o exercício da discricionariedade.

O salário é o meio de sobrevivência do servidor público e seu atraso provoca transtornos desnecessários e vexatórios. Muitos servidores estão impossibilitados de honrar seus compromissos financeiros, enquanto outros já calculam os prejuízos com juros, multas e outros encargos causados pelo atraso no pagamento. Foi por isso que a Constituição Federal elevou o salário ao nível de direito fundamental, mantendo-o sob o manto protetor de todas as garantias e direitos fundamentais.

Apesar de ser público e notório o aumento nominal das receitas, as categorias vêm a público pedir transparência para que as despesas sejam demonstradas e, de forma conjunta, sejam apontados os caminhos a serem seguidos.

Assim, faz-se necessário um planejamento dentro da nova realidade, a fim de que seja apresentado pela Administração Pública Municipal um calendário preciso da folha de pagamento, bem como a regularização dos salários atrasados dos servidores.

Natal, 1 de dezembro de 2016.

JOSÉ MATOS VIANA
Presidente da ASAN

PEDRO RIBEIRO TAVARES DE LIRA
Presidente da AAJMN

JOAQUIM DE SOUZA ROLIM JÚNIOR
Presidente da APROCONAT

Daniel Menezes Daniel Menezes Saiba Mais

Política

Atualizada em 01/12/2016 às 13h12

Você é a favor do MP ter o poder de fazer o chamado "teste de integridade"? Pela medida, eles sairiam pelas repartições públicas, criando situações de arapuca e oferecendo vantagens ilícitas para ver se o servidor aceita.

Não se sabe como seria o controle disto, nem como a fiscalização pelo teste será fiscalizada e, obviamente, também testada. A proposição integra o leque apresentado pelo Ministério Público ao congresso nacional, como ação de combate à corrupção. 

O Estado brasileiro viveria uma espécie generalizada do programa do João Kleber, que passava na Rede Tv. No pitoresco show televisivo, um rapaz tem sua fidelidade ao casamento ou ao namoro posta em questão, através da tentativa de uma atriz contratada de atrai-lo numa situação em que o testado não tem conhecimento. Supostamente, a prova de fogo é solicitada pela mulher da vítima.

Pois bem, seria nisso que os ministérios, diretorias e secretarias se transformariam. Não é poder demais, com o perdão da redundância, para um poder que já é o único que não tem controle externo? Você quer ficar a mercê de tal disparidade?

Daniel Menezes Daniel Menezes Saiba Mais

Política

Atualizada em 01/12/2016 às 02h12

Os repasses de FPM e ICMS para a Prefeitura de Natal tiveram um aumento de 40,86% – acima da inflação dos últimos 12 meses – em novembro de 2016 em relação a novembro de 2015. O levantamento foi feito pela Associação dos Auditores do Tesouro Municipal de Natal (ASAN) com base no portal do Banco do Brasil. Os dados revelam que a queda nos repasses de FPM e ICMS – citada pela Prefeitura de Natal como a causa para a crise que afeta as finanças municipais – não é real.

O Banco do Brasil é o responsável por gerenciar as transferências constitucionais. Em novembro de 2016, de acordo com o portal do BB, foram repassados à Prefeitura de Natal R$ 34,8 milhões referentes ao Fundo de Participação dos Municípios (FPM). O valor tem um incremento de mais de 60%, acima da inflação, em relação a novembro de 2015, estando incluídos os valores da repatriação, originários de tributos arrecadados pela União.

Já a transferência do ICMS – Imposto sobre Circulação de Mercadorias – arrecadado pelo Governo do Estado e repassado à Prefeitura de Natal, apresentou, também, em novembro de 2016 um aumento real, acima da inflação, da ordem de 19,66%, em relação ao mesmo período do ano anterior.

Apesar desses aumentos reais nas principais fontes de receita do município de Natal, até 30 de novembro a Prefeitura não concluiu o pagamento da folha de salários do mês de outubro, não honrando com os compromissos assumidos com os servidores públicos municipais. Algumas categorias, como auditores fiscais, assessores jurídicos e procuradores, entre outros, estão com salários atrasados há 2 meses.

Somente nesta quarta-feira (30) entraram nos cofres da Prefeitura Municipal o montante de R$ 11,9 milhões referentes aos diversos repasses constitucionais, incluindo a última parcela mensal do ICMS e do FPM, mas até o momento não há informações oficiais de quando os pagamentos dos salários serão realizados.

Associação dos Auditores Fiscais do Tesouro Municipal de Natal (ASAN)

Daniel Menezes Daniel Menezes Saiba Mais