Aluguel do prédio que aloja o hospital Ruy Pereira daria pagar todo o convênio do Estado com o Varela Santiago

O Estado deve 575 mil reais ao hospital infantil Varela Santiago referente ao ano de 2018. O RN tem convênio há trinta anos com o importante equipamento e repassa 2,3 milhões a cada 12 meses. O convênio ainda não foi fechado para o exercício de 2019 com o executivo.

A gritaria é geral e, claro, com razão. O Varela Santiago é referência em cirurgias infantis.

Só há uma contradição grave no discurso que vem de setores da imprensa e da oposição.

Apenas o aluguel do prédio em que fica o hospital Ruy Pereira custa 2,4 milhões de reais. Ele não tem a menor condição de uso. Se acha que exagero, veja o que disse a comissão de saúde da câmara municipal do Natal a respeito do prédio no link abaixo.

Vereadores da Comissão de Saúde realizam visita ao Hospital Ruy Pereira https://www.cmnat.rn.gov.br/noticias/1237/vereadores-da-comisso-de-sade-realizam-visita-ao-hospital-ruy-pereira

Ser tiver fôlego, caro leitor, veja o antagonismo que representa ter uma rede hospitalar maior do que a do estado do Ceará e uma frágil base de atendimento básico. Em resumo, caso não entre no post em sequência, o RN gasta com pacientes graves de diabetes e com amputações porque os doentes crônicos não têm acesso ao acompanhamento inicial fundamental.

O Estado, que caminhava para reestruturar sua rede hospitalar, sem diminuir o número de leitos, recuou e vai renovar o aluguel do prédio que aloja hoje o Ruy Pereira. Os recursos são públicos e advindos da união.

O impasse na saúde do RN permanecerá

Link aqui.

A CONTA NÃO FECHA

Além de contraditório, a conta não fecha. Não tem como clamar por 1. otimização de recursos públicos em alguns momentos pela nossa crise fiscal, 2. dilapidação em outros e 3. sensibilidade numa terceira situação.

A defesa do ponto 2 mostra mostra mera seletividade, oposição ao argumento 1 e a manutenção de um status quo para que a reclamação do aspecto 3 vire mera retórica vazia.

Deixe uma resposta