Autorização para a derrubada do Hotel Reis Magos seria a consagração de uma esquerda moderna no poder

A esquerda hoje no poder estadual aprovou a PEC do teto, fez ajustes fiscais e caminha para uma reforma da previdência. Por fim, isolou a oposição e se aproximou da classe empresarial com a institucionalização do Proedi.

A consagração da modernidade dessa esquerda no RN passa por lavar as mãos para o hotel reis Magos. Trata-se de um equipamento obsoleto que não obteve apoio de nenhum órgão relacionado ao tema do seu tombamento. Resta apenas a posição a ser proferida pelo governo estadual.

Não há clima político nem condições financeiras para manter aquele monstrengo de pé. A defesa de sua derrubada afrontará alguns grupos minoritários. Porém, será a pá de cal contra o discurso que relaciona esquerda com opiniões retrógradas. O natalense não quer aquilo de pé.

Deixe um Comentário