Baixo crescimento será elemento impeditivo para a atuação de Bolsonaro em 2020

O banco central avalia que iremos crescer 0,9% em 2019 e 1,8% em 2020.

Trata-se, na melhor hipóteses – pois as projeções têm se revelado otimistas demais na prática -, de números magros e com escassa capacidade de gerar uma onda em prol do bolsonarismo em 2020.

Aqui no RN, por exemplo, a situação do presidente é delicada. Normalmente, é o mais mal avaliado entre os pesquisados quando questionados sobre a percepção em relação a atuação do prefeito, governador e presidente.

Deixe um Comentário