Cadê os números da UFRN? Ainda é possível vencer uma guerra com informação

CADÊ OS NÚMEROS DA UFRN? AINDA É POSSÍVEL VENCER UMA GUERRA COM INFORMAÇÃO

Em tempos de fake news, ainda é possível vencer uma guerra também com informação honesta e clara. Quem acompanha de perto sabe que a UFRN tem números colossais. Por que eles ainda não foram publicizados? Quem nela trabalha ainda dorme no ponto, mesmo diante do ataque brutal por parte do atual governo.

É preciso que se diga quantas pessoas o hospital Onofre Lopes atende, quantas crianças nascem na Januário Cicco e quantos empregos são gerados pelas incubadoras de empresas. O povo tem o direito de saber quantos alunos são formados pela universidade e suas mais diversas contribuições.

É fundamental sair da bolha e produzir o entendimento de que isto não é óbvio. Vide o apoio de parcela da sociedade aos cortes promovidos por Bolsonaro.

Em minhas conversas por Natal fiquei com uma forte suspeita: penso que muitos dos serviços e contribuições prestados pela universidade foram se naturalizando como do “governo” e tem muita gente não os relacionando com a UFRN. Há muito o que fazer, neste sentido.

Deixe uma resposta