Culpar o lixo pelos alagamentos já representa discurso de abertura das chuvas em Natal

Todo ano é a mesma desculpa. Após uma chuva e um consequente alagamento, autoridades municipais vêm com o papo de que a culpa é da população que joga lixo nas ruas. Desde que acompanho o noticiário local a retórica é sinal de inauguração do período chuvoso em Natal.

Poxa, se a coleta está sendo feita e há pontos organizados de descarte adequado do lixo – estou partindo do pressuposto que sim -, como ele pode ser o responsável pela incapacidade da capital aguentar algumas horas do trabalho de São Pedro? É uma alegação que não aguenta cinco minutos de averiguação minimamente séria.

E em sendo verdade – como já disse, o que não acredito -, por qual razão a prefeitura do Natal, administrada pelo mesmo grupo há décadas, já não se prepara com campanhas de prevenção e alertas à população?! Parece que nem os próprios gestores levam em conta suas justificativas. Do contrário, agiriam baseados nelas.

A pergunta a ser feita é: Natal tem infraestrutura de drenagem para as águas que vêm sabidamente todos os anos?! Se não, o que deve ser empreendido para a mudança da realidade?

Deixe uma resposta