Germano e Araújo pediram propinas de R$ 300 mil ao “Cartel”, revela MP

Germano e Araújo pediram propinas de R$ 300 mil ao “Cartel”, revela MP

Do Portal Agora RN – Conforme aponta parte das investigações do Ministério Público do Rio Grande do Norte, acerca dos escândalos de corrupção e propina envolvendo a empresa Enertec e a gestão do ex-prefeito de Caicó Roberto Germano e de seu secretário de Infraestrutura, Jorge Araújo, ambos haviam solicitado ao mencionado “cartel” propinas de R$ 300 mil para poder pagar o que deviam ao grupo criminoso, em um “jogo de ‘toma lá dá cá’” –  considerado pelo grupo algo acima dos valores negociados com municípios maiores como Natal.

Como o secretário Jorge Araújo não estaria querendo pagar o dinheiro devido para o “cartel” ao término da gestão de Germano, perto do fim de 2016, e como o ex-prefeito não havia sido reeleito, a “quadrilha se desespera para receber o valor acertado com a administração de Caicó”. O documento menciona, inclusive, ameaças feitas pelo “cartel” e uma tentativa de iniciar conversas entre o grupo e a nova gestão de Caicó pós-Germano.

Veja abaixo:

Deixe uma resposta