Não é loucura; é método

“Não vou jogar dominó com Temer e Lula no xadrez”, disse Jair Bolsonaro a um grupo de empresários, conforme a colunista Mônica Bergamo.

A jornalista da folha deixou claro que ele pretende ir para o enfrentamento e não vai ceder ao congresso.

Não é loucura, é método. Ele vai para o combate e não vai nomear ninguém indicado por deputado, alega. Espera contar com o apoio da opinião pública, já que, ao relacionar articulação com corrupção, está praticamente chamando os deputados de ladrões.

Mas a história ensina. Lula, com 80% de bom e ótimo nas pesquisas, quase caiu em 2005 e trouxe o PMDB, em seguida, para a base. Só assim consolidou sua coalizão.

Bolsonaro, com avaliação em queda vertiginosa para um início de mandato, certamente vai conseguir. Aviso: foi uma ironia.

Deixe uma resposta