Não leram?

As associações comerciais do RN elogiaram a aceitação pelo governo do RN do programa de retomada de desenvolvimento da FIERN, como parâmetro para por fim ao isolamento social em vigor no Estado. Porém, cobram uma data para abertura do comércio. O Potiguar leu o documento e fez postagens falando sobre a necessidade da carta de intenção se transformar em referência para a ação governamental.

É irônico. Fica a impressão de que não escrutinaram o próprio texto que apoiaram. No planejamento apresentado pela FIERN para reabertura da economia, não há uma data estabelecida. O que existe são pré-condições a serem atingidas. Ou seja, pela peça, enquanto não tivermos capacidade de testagem para detectar e isolar os doentes, controle do crescimento dos infectados pela covid-19, mudança nas regras de higiene da população e leitos suficientes para o suporte dos acometidos não é possível iniciar a reabertura.

Temos de trabalhar para criar as condições e jogar uma data sem saber se, quando o dia chegar, será prudente iniciar o processo.

Deixe uma resposta