Para ficar registrado e o blogueiro cobrado amanhã

Certamente, a viabilidade pra reeleição da governadora Fátima Bezerra passará pela entrega de um Estado melhor em termos de pagamentos e serviços em 2022 do que recebeu em 2019.

A antecipação de parte do décimo terceiro do servidor em 2020, que foi recém anunciado, seria ato administrativo rotineiro se tivesse sido assim nos últimos anos. E não foi. Portanto terá efeito econômico e político.

A agenda de reeleição dos prefeitos passa mais fortemente pela resposta que deram à pandemia. A da governadora não. Terá dois anos pela frente e, nesse interim, o tema da normalidade administrativa perdida nas últimas gestões voltará com força.

Se a governadora Fátima Bezerra chegar com a máquina rodando minimamente bem em termos de pagar os salários dos servidores e prestar serviços públicos fundamentais, não terá adversário.

A previsão ficará aqui registrada e quero ser cobrado depois por isso.

Deixe uma resposta