Qual foi a novidade?

Só quem acreditou que o grupo de Bolsonaro, que ficou trinta anos defendendo medidas autoritárias e iria mudar quando sentado na mais importante cadeira do país, se espantou com a fala do filho vereador do presidente.

Ele disse ontem (9) no twitter que as mudanças que o Brasil precisa não ocorrerão pela via democrática.

E mais. É um erro encará-lo como um maluco qualquer. Ele já derrubou dois ministros de estado.

Deixe uma resposta