Semarh apresenta experiências em Congresso Mundial de Dessalinização

Semarh apresenta experiências em Congresso Mundial de Dessalinização

O Governo do Estado, através da Secretaria do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), está presente no Congresso Mundial de Dessalinização, reconhecido como o principal evento mundial na área. O encontro acontece desde ontem (15), em São Paulo (SP), e encerra sua programação na sexta-feira (20) com uma visita no sistema de dessalinização movido à energia solar, implantado pela (Semarh), através do Programa Água Doce (PAD), na comunidade Maria da Paz, em João Câmara.

Durante os quatro dias do evento, primeiro que acontece num país da América Latina, ocorrerão mesas redondas, workshops e uma sessão plenária interativa. No Painel sobre o PAD, dentro do auditório principal, o secretário adjunto da Semarh, Mairton França, vai apresentar as experiências do Estado com dessalinização de água e reutilização do rejeito para produção de peixes e ervas.


“Nossa política adotada para gerir os dessalinizadores, em parceria com as comunidades, é uma referência nacional, exemplo disso é a escolha do RN para implantação do primeiro sistema de dessalinização alimentado por energia solar, no âmbito do PAD”, frisa Mairton.


Para o Coordenador Estadual do PAD e Coordenador Técnico da Semarh, Ranielle Linhares, será muito importante esse contato com os maiores especialistas do mundo e também o acesso às mais avançadas tecnologias disponíveis na atualidade. “Essa experiência vai nos proporcionar mais capacidade técnica para ampliar nossas ações na área de dessalinização”, disse ele.


No encerramento do evento, também será entregue, de forma simbólica, os 68 sistemas implantados pela Semarh, através do PAD, em 38 municípios do RN. A solenidade acontecerá na comunidade Serra Verde, em João Câmara.


Com a finalização dessa primeira etapa do convênio, mais de 15 mil pessoas estão beneficiadas com água de qualidade para consumo.


Para saber mais sobre o evento e sua programação, acesse: wc.idadesal.org.


Deixe uma resposta