Reitores da UFMG são alvos de condução coercitiva em operação da PF por suspeitas de desvio de recursos públicos

O reitor e a vice-reitora da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) foram conduzidos coercitivamente, na manhã desta quarta-feira (6), à sede da Polícia Federal, em Minas, para prestar depoimento. Além desses, outros 17 mandados judiciais estão sendo cumpridos: 11 de busca e apreensão e outros seis de condução. A operação, que foi batizada como Esperança Equilibrista, conta com …