TCE presidido por Poti Jr pode ser pedra no sapato de Fátima Bezerra

O ex-deputado pelo então PMDB Poti Jr é o novo presidente do Tribunal de Contas do Estado. Os questionamentos feitos por terceiros contra suas atuações como conselheiro sinalizam para situação de perigo contra o próximo governo eleito.

Poti Jr foi, por exemplo, recentemente criticado pelo governador Robinson Faria porque impediu a antecipação dos royalties do petróleo para pagar os salários dos servidores do RN. Esta mesma operação foi feita pela então gestão de Iberê e com a anuência do TCE na época.

O próprio Poti Jr, quando deputado estadual, foi o relator da concessão dos royalties do petróleo dado como garantia de pagamento para a construção do Arena das Dunas (leia aqui).

Durante a campanha, o governador Robinson Faria falou em forças ocultas situadas nos poderes, que impediam que ele fizesse uma operação de crédito já executada no passado, para que não conseguisse colocar os salários em dia.

Robinson reclamou por diversas oportunidades sobre a mudança de postura do Tribunal de Contas do Estado durante sua administração.

Fátima terá de lidar com um poder hoje liderado por um agente com um histórico anterior de ligação com aqueles que ela derrotou. E não apenas isso: com indicados de atores políticos da oposição. Isto pode ser um problema diante do duro ajuste fiscal que ela terá de executar.

Deixe uma resposta